Entenda a importância da manutenção de máquinas

Entenda a importância da manutenção de máquinas

A manutenção de máquinas é um conjunto de procedimentos realizados de forma periódica, em função de uma necessidade ou preventivamente, para garantir o pleno funcionamento de uma infraestrutura e aumentar a vida útil de máquinas, sistemas e equipamentos.

Neste post, evidenciaremos a importância de uma gestão voltada para a manutenção de máquinas, como ela pode ser efetivada e os tipos existentes desse tipo de controle. Confira!

Principais formas de manutenção

Existem diversas linhas de manutenção, geralmente divididas entre as planejadas e não planejadas. Existem três que merecem maior destaque em sua aplicação: as manutenções corretiva, preventiva e preditiva. Confira as características de cada uma delas.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva é um tipo não planejado de controle que existe desde a implementação da indústria mecanizada, antes da Segunda Guerra Mundial. Nela, os reparos são realizados somente na ocorrência de quebras, falhas ou defeitos até que as máquinas retornem à operação normal.

Apesar disso, as intervenções corretivas, além de procedimentos de emergência, podem ser realizadas para restabelecer o desempenho dos equipamentos. Dessa forma, são chamadas de manutenções corretivas planejadas.

Esse tipo planejado de manutenção de máquinas ocorre quando é detectada sua redução de desempenho. É uma forma mais barata de realizar a manutenção corretiva, mas também gera perdas pelo tempo de parada até que seja recuperado o desempenho adequado dos equipamentos.

Manutenção preventiva

Esse tipo de manutenção é amplamente utilizado na indústria e tem como objetivo evitar desperdício, tempo de parada quando há a possibilidade de quebras ou falhas das máquinas e de seus componentes.

A periodicidade é uma característica da manutenção preventiva, os ajustes e as intervenções são realizados antes que surja qualquer tipo de problema, conforme o tempo e a forma de uso das máquinas.

Apesar de manter as máquinas e os equipamentos em pleno funcionamento por mais tempo e de forma confiável, é um procedimento que demanda certo investimento e já exige uma equipe qualificada à disposição e um conjunto de ferramentas sempre à mão.

Além disso, essa alternativa não inviabiliza a necessidade das trocas periódicas de componentes dos equipamentos, mas permite que sua vida útil seja ampliada e ainda elimina os efeitos negativos da falta de manutenção das máquinas, como acidentes e tempo de parada.

Manutenção preditiva

A manutenção é a mais efetiva e inovadora entre as formas disponíveis, porque acontece por meio de previsões. É diferente da ação corretiva, que espera ocorrências, e a preventiva, que realiza intervenção até mesmo quando não há necessidade.

É um método que analisa parâmetros de desempenho e controle para delimitar a ação de manutenção. Dessa forma, tem a finalidade de apontar, por meio de indicadores apurados em softwares e outros sistemas, as condições de funcionamento e desempenho de uma máquina em tempo real.

O monitoramento e a ação simultâneos permitem acompanhar de perto as condições das máquinas e dos equipamentos, assim como toda a sua rede periférica, como instalação elétrica, mecânica, hidráulica e pneumática.

A redução de perdas e o aumento de eficiência são os principais benefícios da manutenção preditiva, mas, para a sua efetividade, é preciso maior investimento em infraestrutura — sistemas, softwares, sensores, hardwares, entre outros — e profissionais qualificados que consigam interpretar esses dados estratégicos para implementar uma ação adequada.

redução de custos em longo prazo é garantida, pois não são necessárias paradas para inspeções físicas e desmontagens, por exemplo. Ainda aumenta a confiabilidade e a vida útil dos equipamentos.

Importância do planejamento de manutenção de máquinas na indústria

Esse tipo de planejamento garante benefícios para todas as áreas envolvidas:

  • evita problemas;
  • otimiza a vida útil dos equipamentos;
  • permite criar um cronograma de manutenção eficiente;
  • ajuda as equipes responsáveis a entender melhor o workflow dos processos;
  • mantém uma sequência lógica para a realização das atividades.

Além de organizar os processos produtivos e administrativos da indústria, esse cronograma de manutenção aumenta a confiabilidade da infraestrutura e, em longo prazo, a eficiência dos procedimentos.

Realização da manutenção de forma adequada

Com o uso da tecnologia e o emprego das técnicas de manutenção preditiva, é possível aumentar significativamente os intervalos de reparo das máquinas. Isso reduz índices de ociosidade dos profissionais e dos equipamentos, o tempo de parada dos equipamentos e o volume de intervenções corretivas.

O ideal é que as empresas tenham um programa de manutenção que combine intervenções preventivas periódicas e manutenções preditivas complementares. Apesar disso, deve ser sabido que imprevistos acontecem e, por isso, não se deve eliminar a necessidade de manutenções corretivas.

Algumas ações permitem que as empresas ajam de forma preventiva, sem que realize interferências diretas. Além de ser mais eficaz, isso minimiza os custos desse tipo de manutenção. Entre muitas ações, podemos destacar:

  • energize as máquinas com cabos elétricos devidamente dimensionados;
  • aterre toda a extensão de cabeamento;
  • garanta tensão balanceada entre fases;
  • nivele a máquina com o solo, ou seja, jamais instale um equipamento em superfícies que não sejam planas;
  • analise periodicamente a qualidade físico-química do óleo hidráulico, para garantir a ausência de contaminantes;
  • mantenha a temperatura do óleo dentro da faixa de trabalho recomendada pelo fabricante da máquina;
  • confira se a vazão de água industrial no trocador de calor é adequada;
  • utilize lubrificantes apropriados;
  • programe corretamente a frequência da lubrificação, conforme a severidade de uso das máquinas;
  • evite o acúmulo de poeira e partículas sólidas sobre partes deslizantes e rotativas do equipamento;
  • verifique anualmente o paralelismo das placas e de outros componentes;
  • cheque periodicamente o funcionamento dos sistemas de segurança;
  • monitore e substitua, quando necessário, os filtros de óleo hidráulico;
  • limpe o trocador de calor e os filtros de ventilação dos painéis elétricos.

Além dessas ações, com um cronograma de manutenção eficiente, é possível reduzir os gastos de manutenção da indústria. Apesar de cada organização ter suas peculiaridades, alguns requisitos garantem a eficácia desse processo:

  • considere todos os setores organizacionais ao criar o cronograma — não exclua nenhum tipo de equipamento;
  • apesar de ser inclusivo, o cronograma de manutenção deve ser feito em função de prioridades — algumas máquinas em detrimento das outras;
  • também estabeleça uma periodicidade para a realização das manutenções, em relação às características do maquinário, à intensidade do uso e ao desgaste das peças;
  • determine os horários adequados para as manutenções, fora do momento de maior desempenho;
  • designe responsáveis por essas operações;
  • acompanhe de forma sistêmica cada manutenção;
  • elabore um checklist para não se esquecer de requisitos importantes;
  • documente resultados para efeito comparativo ou consulta quando pertinente.

A manutenção de máquinas é uma forma de garantir eficiência por mais tempo, sem gastos excessivos no processo. Verifique toda a sua infraestrutura e crie um cronograma de monitoramento adequado para as necessidades do seu negócio.

Agora que você já sabe como realizar a manutenção de máquinas, que tal compartilhar esse método de gestão nas suas redes sociais para que seus amigos também aprendam?

Redes sociais:
Facebook
Facebook
Email
RSS
LINKEDIN